Últimas Notícias
Três pessoas são presas em operação contra o tráfico de drogas no Acará
Com bela atuação, seleção masculina derrota Sérvia por 3 sets a 1 na Liga das Nações de Vôlei
Noiva surpreende e distribui doces para alunos de academia em Capitão Poço, no Pará; assista
Departamento de Estado dos EUA aprova possível venda de helicópteros Black Hawk ao Brasil, diz Pentágono
Milton Neves se desculpa após postar foto fake de Jojo Todynho nua; ouça
Justiça concede divórcio de Ana Hickmann e Alexandre Correa
Polícia prende homem que atacou acampamento pró-Palestina por agressão
Jogador de destaque na La Liga atuou com caco de vidro no pé por dois anos; entenda
Aviões militares chineses cruzam Estreito de Taiwan, diz defesa taiwanesa
CRM anuncia 'medidas cabíveis' após médico expulsar mãe e filho autista de consultório em Belém
Copa América contará com mulheres no apito pela 1ª vez na história e terá 11 brasileiros
Paraense de Capanema compartilha vida no Japão e diferenças de preços em alimentação; assista
Conflito em Gaza: relembre propostas do Brasil para fim da guerra
CNU: adiamento da prova serve para focar na preparação, dizem professores
Embaixador brasileiro não voltará ao cargo após ser humilhado em Israel, diz Celso Amorim
Next
Prev

"A Meghan Markle não era tão encantadora como parecia", diz especialista

Continuam a surgir informações controversas sobre o período em que Meghan Markle viveu no Palácio de Kensington, logo após ter casado com o príncipe Harry, em maio de 2018.

No novo documentário televisivo 'Harry & William: What Went Wrong?' ['Harry e William: O que correu mal' em português], a biógrafa real Penny Junor já tinha revelado que os problemas com a duquesa de Sussex surgiram logo nos primeiros dias.

"Comecei a ouvir histórias más desde o início de que a Meghan estava irritando as pessoas", disse Penny.

Mas agora acrescentou: "Ela não era tão encantadora como parecia". Penny dá assim a entender que Meghan sempre procurou manter as aparências.

Por outro lado, o também biógrafo real Robert Lacey revelou que o príncipe William, irmão de Harry, sentiu que Meghan Markle tinha uma agenda desde o princípio, querendo assim realizar os planos que tinha feito.

Atualmente, está acontecendo uma investigação independente, iniciada pelo palácio, na sequência de denúncias de bullying que foram feitas contra Meghan por parte de ex-empregados da família real.

Fonte: Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM