Últimas Notícias
Marcílio Dias x Vasco: onde assistir ao vivo e horário do jogo hoje (27) pela Copa do Brasil
Seduc divulga critérios para participação no programa ‘Bora Estudar’
PF captura três foragidos condenados por crimes sexuais no Pará
Em onda de violência, população do Equador sofre com abusos militares
Homem furta refletor de obra do BRT na BR-316, em Ananindeua; assista
Sebrae oferece capacitação a empreendedores do turismo local
Paysandu inicia venda de ingressos para partida contra o Castanhal, pelo Parazão
Joe Biden diz que informação sobre apoio de Taylor Swift é “confidencial”
FPF define data e horário da última rodada da primeira fase do Parazão; confira
Frutas brasileiras previnem doenças crônicas e problemas no intestino, diz estudo
BR-316 passa por intervenções nos dois sentidos da via até a próxima sexta (1º); veja as alterações
Ministro diz que é "falácia" envio de ativos russos para Ucrânia
Suspeitos entram em academia para roubar aluno em Fortaleza (CE); veja vídeo
Internautas do Roma News apostam na saída de Rodriguinho do BBB24
Professor é morto a tiros ao desembarcar em rodoviária de Parauapebas
Next
Prev

ANP: preço médio do etanol sobe em 24 Estados e no DF nesta semana

Os preços médios do etanol hidratado subiram em 24 Estados e no Distrito Federal nesta semana, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas. Só houve queda semanal em Goiás e Rondônia. Nos postos pesquisados pela ANP em todo o País, o preço médio do etanol subiu 2,71% na semana ante a anterior, de R$ 4,247 para R$ 4,362 o litro.

Em São Paulo, principal Estado produtor, consumidor e com mais postos avaliados, a cotação média do hidratado ficou em R$ 4,176 o litro, alta de 2,35% ante a semana anterior.

O preço mínimo registrado nesta semana para o etanol em um posto foi de R$ 3,199 litro, em São Paulo, e o menor preço médio estadual, de R$ 4,109, em Mato Grosso. O preço máximo, de R$ 6,494 o litro, foi verificado em um posto do Rio Grande do Sul. O maior preço médio estadual também foi o do Rio Grande do Sul, de R$ 5,623.

Na comparação mensal, o preço médio do biocombustível no País subiu 16,07%. O Estado com maior alta no período foi Mato Grosso, onde o litro subiu 20,57% no mês. Na apuração semanal, a maior alta de preço foi observada também em Mato Grosso, com alta de 6,09%.

Competitividade

O etanol perdeu competitividade em relação à gasolina em todos os Estados do País e no Distrito Federal nesta semana conforme o levantamento da ANP. Os critérios consideram que o etanol de cana ou de milho, por ter menor poder calorífico, tenha um preço limite de 70% do derivado de petróleo nos postos para ser considerado vantajoso.

Na média dos postos pesquisados no País, o etanol não está competitivo, com paridade de 77,33% ante a gasolina.

A falta de competitividade se deve, em parte, à baixa oferta, já que a moagem da safra 2021/22 de cana-de-açúcar no Centro-Sul do Brasil está atrasada e a expectativa é de produção menor do que na temporada anterior, além de um mix mais açucareiro, o que significa que uma parte maior da cana é destinada à produção de açúcar. Com isso, há menos disponibilidade para a produção de etanol.

Fonte: Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM