Últimas Notícias
Caminhonete naufragada há dois meses é encontrada no Rio Xingu, no Pará
Ucrânia documentou mais de 300 casos de violência sexual das tropas russas
MP oferece denúncia contra PM da reserva que atirou em torcedor do Remo
Ministra da Segurança da Argentina visita maior presídio das Américas no Equador
Chefe da Otan quer armas nucleares de prontidão para se proteger de ofensiva da Rússia
Torneio ‘Amazônia Cup Internacional de Jiu-Jitsu’ reúne 2 mil competidores no Mangueirinho
Vídeo: Mbappé quebra o nariz durante jogo da Eurocopa
Paraense de oito anos celebra aniversário com tema de ‘Jacqueline Brazil’, repórter do tempo da TV Globo; assista
Luciano Huck critica PL do Aborto na TV e cobra Arthur Lira: ‘Criança não é mãe’
Filme live-action de Chico Bento ganha primeiro trailer; assista
Eleições na França: extrema direita lidera pesquisas de inteções de votos com 33%; Macron tem 19%
Ordem para matar PM em Ananindeua partiu de facção, diz PC
Trio é preso em flagrante suspeito de vários arrastões em Parauapebas
Para fazer no frio: receita e benefícios do mingau de aveia proteico
Pai viraliza ao fazer filho escolher entre Remo e Paysandu; assista
Next
Prev

BC vê potencial não realizado de portabilidade de crédito no Brasil

O Banco Central avalia que existe um potencial não realizado de portabilidade de crédito no Brasil. Em estudo publicado nesta terça-feira, 25, a instituição afirmou que existem hoje 18,9 milhões de tomadores de crédito consignado que pagam taxas de juros acima da média atual do mercado e, portanto, poderiam transferir sua operação para outra instituição, com custo menor. Estão na mesma situação outros 4,2 milhões de clientes bancários que financiaram veículos e 493 mil pessoas que fizeram crédito imobiliário.

Os dados fazem parte do estudo "Evolução da Portabilidade de Crédito no Brasil: comportamento e perfil", publicado nesta terça-feira. Ao tratar especificamente do crédito imobiliário, o BC pontuou que "não obstante a queda significativa das taxas e do grande crescimento nas operações de portabilidade, em dezembro de 2020 havia ainda 493 mil tomadores (saldo de R$ 63 bilhões) em operações com taxas de juros acima de 10% a.a., mais elevada que a taxa média de aproximadamente 7% a.a. praticada pelo mercado em 2020".

Para o BC, o potencial de portabilidade no crédito consignado e na aquisição de veículos é ainda maior.

"Nessas modalidades, respectivamente 47% e 28% dos tomadores (25% e 12% do saldo) ativos em dezembro de 2020 estão em operações com taxas de juros acima de 25% a.a., enquanto as taxas médias em 2020 foram de 19,7% e 19,3% a.a", informou o BC.

O estudo sobre portabilidade, que antecede a divulgação do Relatório de Economia Bancária (REB), em 7 de junho, está disponível no site do BC, no seguinte endereço na internet: https://www.bcb.gov.br/content/publicacoes/Documents/reb/boxesreb2020/boxe_2_evolucao_portabilidade_credito_brasil.PDF

Fonte: Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM