Últimas Notícias
BBB 24: Marcus Vinicius fala sobre amor por Belém e revela novos planos para a carreira
Farinha está mais cara em Belém, e preço deve continuar subindo nos próximos meses, aponta Dieese
Saiba como não cair em golpe ao registrar marcas e patentes; assista
OAB-PA realiza ato público em apoio a advogada que se desentendeu com delegado, em Castanhal
Arouca x Famalicão: onde assistir ao vivo e o horário do jogo hoje (23/02) pelo Campeonato Português
Torcida do Remo pede ‘público zero’ contra o Águia, em meio crise
Saiba como ter acesso a absorventes gratuitos no Pará
Cosenza x Sampdoria: veja as escalações e o horário do jogo de hoje (23/02) pela Série B Italiana
PRF apreende 62 m³ de madeira ilegal, em Sapucaia/PA
PRF apreende aparelhos eletrônicos transportados ilegalmente, em Trairão/PA
Homem é preso por importunação sexual em Paragominas
Após resultados ruins e eliminação, torcida do Remo pede 'público zero' no jogo contra o Águia
Vídeo: viatura da PM colide com carro de passeio na Av. Senador Lemo, em Belém
Mais de 1,5 mil organizações sociais vão elaborar sugestões ao G20
Homem é encontrado morto no Distrito de Outeiro, em Belém
Next
Prev

Blitze interrompe festa com 117 pessoas na Zona Norte de SP

O Comitê de Blitze do Governo do Estado e da Prefeitura de São Paulo encerrou uma festa clandestina na Cidade. Desta vez, o evento irregular aconteceu na noite de sábado, 22, na Freguesia do Ó, Zona Norte. O evento contava com com 117 pessoas, a maioria sem máscara. A operação teve o apoio do Batalhão de Choque da Polícia Militar.

No total, entre a noite de sábado e a madrugada deste domingo, 23, a Vigilância Sanitária Estadual inspecionou 31 estabelecimentos comerciais na Capital, nos bairros de Itaim Bibi, São Miguel Paulista, Consolação, Vila Leopoldina, Lapa e Freguesia do Ó.

O comitê de Blitze foi criado no dia 12 de março. Ele tem como objetivo reforçar as fiscalizações e o cumprimento das medidas restritivas da fase emergencial e evitar a propagação do coronavírus. Qualquer pessoa pode denunciar festas clandestinas e funcionamento irregular de serviços não essenciais pelo telefone 0800-771-3541.

*Com Informações Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM