Últimas Notícias
Jovem é decapitada durante acidente de trânsito em Paragominas, sudeste paraense
Homem é preso suspeito de transportar entorpecentes dentro de rede, em Juruti
Tornado nos EUA mata cinco e devasta estado de Iowa
Petrobras: Comitê de Pessoas diz que Magda Chambriard preenche requisitos para comandar empresa
Em Belém, Alckmin anuncia que ‘Brasil será oitava economia do mundo até o fim de 2024’; assista
Entenda a diferença entre 1º e 2º turnos e o que leva uma eleição para 2º turno
Demapa investiga morte de 7 gatos por suposto envenenamento em Belém
Devotos lotam Paróquia em celebração de Santa Rita de Cássia no bairro de Canudos, em Belém; assista
Egito ameaça deixar de ser mediador de acordo para cessar-fogo em Gaza
Marido de cantora gospel brasileira é preso nos EUA por abuso sexual contra criança 
Com mudanças na defesa, Paysandu está escalado para a final da Copa Verde contra o Vila Nova-GO
Alepa aprova Projeto que altera o Programa Estadual de Transporte Escolar no Pará
Mortos pela chuva no RS chegam a 162, diz Defesa Civil
Paysandu faz 3 a 0 no Vila e encaminha tetra da Copa Verde; acompanhe
Ensaio da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos é adiada por causa da elevação do rio Sena
Next
Prev

Cartas confirmam que Bruce Lee era viciado em drogas

Bruce Lee, lenda das artes marciais e ícone cinematográfico, era consumidor de drogas. O ator de 'O Dragão Ataca' escreveu, segundo o The Sun, mais de 40 cartas falando sobre o vício antes da sua morte prematura.

As cartas, dirigidas a Robert Baker, mostram que era ele quem fornecia as substâncias ao ator, entre elas cocaína e cannabis. Tal aconteceu desde 1969 até à morte de Bruce, aos 32 anos, em 1973.

Sempre existiram rumores em Hollywood sobre o vício, contudo nunca foram confirmados, pelo menos até agora.

Baler, que morreu aos 52 anos em 1993, chegou a passar por grandes riscos para conseguir as drogas e enviá-las dos Estados Unidos para Hong Kong em 1972, local onde Lee estava gravando.

Numa das cartas, Bruce Lee chega mesmo a dizer que ficara "mais chapado que nunca", mas que isto o ajudava a interpretar o personagem.

Em 1973, o ator teve uma convulsão devido a um inchaço no cérebro. Apesar de ter recuperado, acabou sendo encontrado já sem vida na sua cama, no dia 20 de julho de 1973.

As cartas vão agora ser vendidas em leilão.

Fonte: Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM