Últimas Notícias
Receita Federal apreende equipamentos médicos clandestinos no Aeroporto de Guarulhos
Uruguai decreta emergência agropecuária no leste por excesso hídrico
Jovem é decapitada durante acidente de trânsito em Paragominas, sudeste paraense
Homem é preso suspeito de transportar entorpecentes dentro de rede, em Juruti
Tornado nos EUA mata cinco e devasta estado de Iowa
Petrobras: Comitê de Pessoas diz que Magda Chambriard preenche requisitos para comandar empresa
Em Belém, Alckmin anuncia que ‘Brasil será oitava economia do mundo até o fim de 2024’; assista
Entenda a diferença entre 1º e 2º turnos e o que leva uma eleição para 2º turno
Demapa investiga morte de 7 gatos por suposto envenenamento em Belém
Devotos lotam Paróquia em celebração de Santa Rita de Cássia no bairro de Canudos, em Belém; assista
Egito ameaça deixar de ser mediador de acordo para cessar-fogo em Gaza
Marido de cantora gospel brasileira é preso nos EUA por abuso sexual contra criança 
Com mudanças na defesa, Paysandu está escalado para a final da Copa Verde contra o Vila Nova-GO
Alepa aprova Projeto que altera o Programa Estadual de Transporte Escolar no Pará
Mortos pela chuva no RS chegam a 162, diz Defesa Civil
Next
Prev

Casemiro comemora união da seleção e fala sobre final: ‘Não se joga, se ganha’

Casemiro gostou da maneira como a seleção brasileira se comportou na vitória sobre o Peru, pela semifinal da Copa América. Na segunda-feira, o Brasil venceu por 1 a 0, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, com gol do meia Lucas Paquetá, mas foi o espírito demonstrado pela equipe que chamou a atenção do volante. Foi o quinto triunfo em seis jogos na competição até aqui.

"Era um jogo típico da última final. Muito difícil, truncado. No primeiro tempo tivemos algumas oportunidades até para ampliar o resultado. No segundo tempo, foi mais difícil. Mas a equipe está de parabéns. Sólida atrás. Todo mundo se ajudando, todo mundo com o espírito de querer vencer. Esse é o espírito para ganhar títulos", comentou Casemiro.

À espera do adversário da final, que sairá do confronto entre Argentina e Colômbia, a seleção brasileira terá quase uma semana para se preparar para a decisão. O grupo, que está há mais de um mês concentrado, tem superado a distância de familiares em prol de um grande objetivo, que é levantar a taça no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

"É complicado (o tempo longe da família). Mas agora é mental. O mais importante é que agora é tudo. Agora é com o coração, é com tudo, porque final não se joga, final se ganha", destacou.

Já Fred elogiou a atuação do trio de meio de campo. "É um jogo difícil, eles entraram com cinco atrás, para tentar segurar nosso ataque que é muito rápido. A gente tinha que ganhar o meio, eu, Paquetá e Casemiro. Conseguimos fazer um grande primeiro tempo. No segundo eles adiantaram um pouco o time, a gente se defendeu bem. Tentamos sair em contra-ataque para matar o jogo", avaliou.

Independente de quem se classificar para a final, Fred confia no trabalho que a seleção faz para sair com o título do Maracanã. "Independente de quem vier, temos que fazer um grande jogo. Nosso objetivo é buscar o título. Vamos respeitar o adversário, mas tentar fazer um grande jogo para sair campeão da Copa América", concluiu.

Depois da vitória contra o Peru, a seleção brasileira viaja nesta terça-feira para a Granja Comary, em Teresópolis (RJ), onde se prepara para a grande decisão.

*Com Informações Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM