Últimas Notícias
Copa do Brasil: contra o Ji-Paraná, Paysandu quer reduzir erros cometidos no Parazão, diz lateral
Lula revoga trecho de MP e mantém desoneração a 17 setores da economia
Hospital de Clínicas, em Belém, oferece cursos de formação em saúde com certificação internacional; confira calendário
Andaime desaba e três pessoas ficam feridas em shopping de Curitiba (PR)
Dirigentes do Remo teriam procurado atleta do Águia antes da partida, revela executivo marabaense
Polícia Civil cumpre mandados de busca e apreensão contra receptação de celulares, em Marabá
Podzão debate empate do Paysandu e recuperação do Remo no Parazão; assista
Marcílio Dias x Vasco: onde assistir ao vivo e horário do jogo hoje (27) pela Copa do Brasil
Seduc divulga critérios para participação no programa ‘Bora Estudar’
PF captura três foragidos condenados por crimes sexuais no Pará
Em onda de violência, população do Equador sofre com abusos militares
Homem furta refletor de obra do BRT na BR-316, em Ananindeua; assista
Sebrae oferece capacitação a empreendedores do turismo local
Paysandu inicia venda de ingressos para partida contra o Castanhal, pelo Parazão
Joe Biden diz que informação sobre apoio de Taylor Swift é “confidencial”
Next
Prev

Com 96% de ocupação da UTI, Ribeirão Preto fecha comércio contra avanço da covid

A prefeitura de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, anunciou nesta segunda-feira, 24, o fechamento de supermercados e a suspensão do transporte coletivo no período que vai da zero hora de quinta-feira, 27, até a próxima segunda, 31. A chamada "fase emergencial restritiva" é parecida com o lockdown que vigorou de 17 a 21 de março e mais rigorosa que as medidas do Plano São Paulo, do governo estadual. Ribeirão Preto é a oitava cidade da região norte do Estado a adotar medidas mais rigorosas para tentar conter o novo avanço da covid-19.

Nesta segunda, a taxa de ocupação de leitos de UTI era de 96%, com 299 pacientes internados – restavam nove vagas em toda a rede. O número de mortes este ano igualou os 1.043 óbitos de todo o ano passado. Para o prefeito Duarte Nogueira (PSDB), está havendo uma nova aceleração na pandemia. "As medidas são necessárias para que possamos fazer o gerenciamento da pandemia em nossa cidade, de maneira a salvaguardar a oferta de saúde para quem precisa", disse.

Diferente do lockdown de março, agências bancárias, postos de combustível, construção e indústrias poderão funcionar. Desta vez, ficam proibidos também eventos esportivos, a abertura de shoppings e comércio em geral, academias e salões de beleza, missas e cultos presenciais, reunião de pessoas ao ar livre, parques e oficinas mecânicas. No último dia de maio, as medidas serão reavaliadas.

Outras cidades

Em Altinópolis, o prefeito José Roberto Marques (PSD) publicou decreto nesta segunda-feira proibindo o atendimento presencial em supermercados, restaurantes, bares, lojas e bancos. O transporte público está suspenso, assim como cultos e missas. A cidade entra em toque de recolher de 8 da noite as 5 da manhã – a multa é de um salário mínimo. A venda de bebidas alcoólicas está proibida. A medida vigora da zero hora desta terça-feira, 25, até 31 de maio. A taxa de ocupação de leitos de UTI na região chegou a 92%.

Medidas semelhantes, incluindo o toque de recolher, já vigoram em Batatais, Viradouro, Taiúva e Colômbia. Em Franca, onde também vigoram medidas mais restritivas que as do plano estadual, a prefeitura pode decretar lockdown a partir de quinta-feira, 27, se as taxas de ocupação hospitalar não regredirem. Em Bebedouro, a partir desta segunda, serviços considerados essenciais, como supermercados, padarias, mercearias e açougues não podem abrir para o público. Até o dia 30, o atendimento será apenas por delivery e drive-thru.

*Com Informações Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM