Últimas Notícias
MP oferece denúncia contra PM da reserva que atirou em torcedor do Remo
Ministra da Segurança da Argentina visita maior presídio das Américas no Equador
Chefe da Otan quer armas nucleares de prontidão para se proteger de ofensiva da Rússia
Torneio ‘Amazônia Cup Internacional de Jiu-Jitsu’ reúne 2 mil competidores no Mangueirinho
Paraense de oito anos celebra aniversário com tema de ‘Jacqueline Brazil’, repórter do tempo da TV Globo; assista
Luciano Huck critica PL do Aborto na TV e cobra Arthur Lira: ‘Criança não é mãe’
Filme live-action de Chico Bento ganha primeiro trailer; assista
Eleições na França: extrema direita lidera pesquisas de inteções de votos com 33%; Macron tem 19%
Ordem para matar PM em Ananindeua partiu de facção, diz PC
Trio é preso em flagrante suspeito de vários arrastões em Parauapebas
Para fazer no frio: receita e benefícios do mingau de aveia proteico
Pai viraliza ao fazer filho escolher entre Remo e Paysandu; assista
Político é detido no Texas por falsificar ataques racistas contra si mesmo
Vídeo: homem faz mulher refém na BR-316, na Grande Belém
OAB pede arquivamento do 'PL do aborto' e destaca: 'equivale à tortura'
Next
Prev

Estado de SP começa a vacinar pessoas de 45 a 49 anos com comorbidades

O estado de São Paulo começou hoje (21) a vacinar pessoas de 45 a 49 anos com comorbidades e pessoas com deficiência permanente que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A expectativa é a de vacinar 695 mil pessoas, das quais 670 mil com comorbidades e 25 mil com deficiência.

Na capital do estado a vacinação desses dois grupos começou ontem, com a previsão de que sejam vacinadas 186.047 pessoas, 180.819 mil com comorbidades e 5.228 com deficiência.

É necessário apresentar documento de identificação (preferencialmente CPF – Cadastro de Pessoa Física) e comprovante de condição de risco (exames, receitas, relatório ou prescrição médica), contendo a inscrição do médico no Conselho Regional de Medicina.

Já os beneficiários do BPC precisam apresentar o comprovante do recebimento do benefício, documento de identificação (preferencialmente CPF), comprovante da deficiência (laudo médico que indique a deficiência; cartão de gratuidade no transporte público indicando a deficiência; documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência e documento oficial de identidade com a indicação da deficiência).

Na segunda-feira (17) foi retomada a vacinação de grávidas e puérperas maiores de 18 anos com comorbidades, com doses da Pfizer e CoronaVac, após a suspensão da imunização desse grupo com doses da AstraZeneca/Oxford, depois do relato de efeitos adversos. Também foi liberada a vacinação de profissionais da saúde autônomos com mais de 30 anos.

Na terça-feira (18), começaram a ser vacinados motoristas e cobradores de ônibus. Na próxima semana, a partir do dia 28, deve começar a vacinação de pessoas de 40 a 44 com comorbidades ou com deficiência permanente que recebem o BPC.

*Com Informações Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM