Últimas Notícias
BBB 24: Marcus Vinicius fala sobre amor por Belém e revela novos planos para a carreira
Farinha está mais cara em Belém, e preço deve continuar subindo nos próximos meses, aponta Dieese
Saiba como não cair em golpe ao registrar marcas e patentes; assista
OAB-PA realiza ato público em apoio a advogada que se desentendeu com delegado, em Castanhal
Arouca x Famalicão: onde assistir ao vivo e o horário do jogo hoje (23/02) pelo Campeonato Português
Torcida do Remo pede ‘público zero’ contra o Águia, em meio crise
Saiba como ter acesso a absorventes gratuitos no Pará
Cosenza x Sampdoria: veja as escalações e o horário do jogo de hoje (23/02) pela Série B Italiana
PRF apreende 62 m³ de madeira ilegal, em Sapucaia/PA
PRF apreende aparelhos eletrônicos transportados ilegalmente, em Trairão/PA
Homem é preso por importunação sexual em Paragominas
Após resultados ruins e eliminação, torcida do Remo pede 'público zero' no jogo contra o Águia
Vídeo: viatura da PM colide com carro de passeio na Av. Senador Lemo, em Belém
Mais de 1,5 mil organizações sociais vão elaborar sugestões ao G20
Homem é encontrado morto no Distrito de Outeiro, em Belém
Next
Prev

Faltava trabalho para 33,202 milhões de pessoas no País no trimestre até março

No trimestre terminado em março de 2021, faltou trabalho para um recorde de 33,202 milhões de pessoas no País, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), iniciada em 2012 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A taxa composta de subutilização da força de trabalho subiu de 28,7% no trimestre até dezembro para 29,7% no trimestre até março. O indicador inclui a taxa de desocupação, a taxa de subocupação por insuficiência de horas e a taxa da força de trabalho potencial, pessoas que não estão em busca de emprego, mas que estariam disponíveis para trabalhar. No trimestre até março de 2020, a taxa de subutilização da força de trabalho estava em 24,4%.

A população subutilizada subiu 3,7% ante o trimestre até dezembro, 1,171 milhão de pessoas a mais. Em relação ao trimestre até março de 2020, houve um avanço de 20,2%, mais 5,582 milhões de pessoas.

A taxa de desocupação saiu de 13,9% no trimestre até dezembro para um recorde de 14,7% no trimestre até março.

Subocupados por insuficiência de horas trabalhadas

Segundo o IBGE, a taxa de subocupação por insuficiência de horas trabalhadas ficou em 8,2% no trimestre até março, ante 7,9% no trimestre até dezembro.

Em todo o Brasil, há 7,032 milhões de trabalhadores subocupados por insuficiência de horas trabalhadas. O indicador inclui as pessoas ocupadas com uma jornada inferior a 40 horas semanais que gostariam de trabalhar por um período maior.

Na passagem do trimestre até dezembro para o trimestre até março, houve um aumento de 241 mil pessoas na população nessa condição. O País tem 565 mil pessoas subocupadas por insuficiência de horas trabalhadas a mais em um ano.

Fonte: Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM