Últimas Notícias
Farinha está mais cara em Belém, e preço deve continuar subindo nos próximos meses, aponta Dieese
Saiba como não cair em golpe ao registrar marcas e patentes; assista
OAB-PA realiza ato público em apoio a advogada que se desentendeu com delegado, em Castanhal
Arouca x Famalicão: onde assistir ao vivo e o horário do jogo hoje (23/02) pelo Campeonato Português
Torcida do Remo pede ‘público zero’ contra o Águia, em meio crise
Saiba como ter acesso a absorventes gratuitos no Pará
Cosenza x Sampdoria: veja as escalações e o horário do jogo de hoje (23/02) pela Série B Italiana
PRF apreende 62 m³ de madeira ilegal, em Sapucaia/PA
PRF apreende aparelhos eletrônicos transportados ilegalmente, em Trairão/PA
Homem é preso por importunação sexual em Paragominas
Após resultados ruins e eliminação, torcida do Remo pede 'público zero' no jogo contra o Águia
Vídeo: viatura da PM colide com carro de passeio na Av. Senador Lemo, em Belém
Mais de 1,5 mil organizações sociais vão elaborar sugestões ao G20
Homem é encontrado morto no Distrito de Outeiro, em Belém
Wehen Wiesbaden x Paderborn: onde assistir ao vivo e horário do jogo hoje (23/02) pela Bundesliga 2
Next
Prev

Final do Paulistão registra a maior audiência do futebol brasileiro em 2021

A final do Campeonato Paulista entre São Paulo e Palmeiras no domingo bateu o recorde de audiência do futebol brasileiro no ano. O jogo disputado no Morumbi, transmitido pela Rede Globo, atingiu pico de 36 pontos e média de 32 pontos no Ibope na TV aberta. O índice supera as partidas exibidas ao longo de 2021, incluindo as finais da Libertadores e da Copa do Brasil. É a maior audiência do ano. Na final, o São Paulo venceu por 2 a 0, conquistou o título e encerrou um jejum de 16 anos sem conquistas estaduais.

A marca coloca, pelo quarto ano consecutivo, o Paulistão como o campeonato com a maior audiência registrada em TV aberta. A maior audiência pertencia à final da Copa do Brasil, com 26 pontos. Na partida, o Palmeiras superou o Grêmio no Allianz Parque. Esse recorde foi dizimado neste domingo, com a segunda partida da final do Paulistão.

Em entrevista exclusiva ao Estadão, o presidente Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista de Futebol, fez um balanço positivo do torneio. Pelo segundo ano consecutivo, o Campeonato Paulista sofreu os efeitos da pandemia do novo coronavírus. A interrupção de 26 dias, imposta pela fase mais restritiva do Plano São Paulo de combate à doença, espremeu o calendário. Isso criou um torneio atípico com partidas em outros Estados e jogos do mesmo clube a cada 48 horas.

"Estamos terminando o Paulistão novamente com recordes de audiência, na data programada e, pela primeira vez, com VAR em 100% dos jogos. Para 2022, nos reuniremos com clubes, comissões técnicas, atletas, árbitros e parceiros comerciais para debater melhorias", afirmou o presidente.

Na temporada 2021, o Paulistão ganhou relevância na disputa por audiência entre as emissoras de TV. Os direitos de transmissão da Copa Libertadores e da Copa América ficaram com o SBT. Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Eurocopa e Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 são as principais apostas da Globo para obter bons números de audiência.

*Com Informações Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM