Últimas Notícias
Caminhonete naufragada há dois meses é encontrada no Rio Xingu, no Pará
Ucrânia documentou mais de 300 casos de violência sexual das tropas russas
MP oferece denúncia contra PM da reserva que atirou em torcedor do Remo
Ministra da Segurança da Argentina visita maior presídio das Américas no Equador
Chefe da Otan quer armas nucleares de prontidão para se proteger de ofensiva da Rússia
Torneio ‘Amazônia Cup Internacional de Jiu-Jitsu’ reúne 2 mil competidores no Mangueirinho
Vídeo: Mbappé quebra o nariz durante jogo da Eurocopa
Paraense de oito anos celebra aniversário com tema de ‘Jacqueline Brazil’, repórter do tempo da TV Globo; assista
Luciano Huck critica PL do Aborto na TV e cobra Arthur Lira: ‘Criança não é mãe’
Filme live-action de Chico Bento ganha primeiro trailer; assista
Eleições na França: extrema direita lidera pesquisas de inteções de votos com 33%; Macron tem 19%
Ordem para matar PM em Ananindeua partiu de facção, diz PC
Trio é preso em flagrante suspeito de vários arrastões em Parauapebas
Para fazer no frio: receita e benefícios do mingau de aveia proteico
Dois homens matam adolescente após descobrirem que ela estava grávida no Pará
Next
Prev

Governo do MA diz que novos testes não identificaram propagação da cepa Indiana

O governador do Maranhão, Flávio Dino, disse na tarde desta quinta-feira, 27, pelo Twitter que os funcionários do hospital privado e do hotel que tiveram contato com o paciente infectado com a variante B.1.617, originada na Índia, não contraíram a nova cepa do coronavírus.

No tweet o governador afirma que "não há cepa indiana em transmissão local no Maranhão, no momento".

O paciente indiano, de 54 anos, deu entrada em um hospital da rede privada em São Luís no dia 14 de maio. Segundo o governo do Maranhão todos os profissionais em contato com o paciente foram testados e estão sendo monitorados.

Segundo o secretário de Saúde do Estado, Carlos Lula, foram rastreadas e testadas 147 pessoas que tiveram contato com o paciente, das quais seis testaram positivo para Covid-19 e tiveram amostras enviadas ao Instituto Evandro Chagas. Após análise, o Instituto detectou a P.1, variante brasileira, como a verificada nas amostras, ou seja, nenhum dos profissionais que tiveram contato com a nova variante a contraiu.

O Rio de Janeiro também já confirmou um caso da cepa B.1.617 do coronavírus. O paciente tem 32 anos e é morador de Campos dos Goytacazes. Além do Rio de Janeiro, também há suspeitas de infecção pela nova cepa no Ceará, no Pará e no Distrito Federal – além do Maranhão, onde já há casos confirmados de infecção pela mutação, além do homem internado, ao menos seis tripulantes que permaneceram no navio MV Shandong da Zhi que veio da África do Sul, diagnosticados com covid-19, também confirmaram a variante indiana do coronavírus.

*Com Informações Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM