Últimas Notícias
Homem é preso suspeito de transportar entorpecentes dentro de rede, em Juruti
Tornado nos EUA mata cinco e devasta estado de Iowa
Petrobras: Comitê de Pessoas diz que Magda Chambriard preenche requisitos para comandar empresa
Em Belém, Alckmin anuncia que ‘Brasil será oitava economia do mundo até o fim de 2024’; assista
Demapa investiga morte de 7 gatos por suposto envenenamento em Belém
Devotos lotam Paróquia em celebração de Santa Rita de Cássia no bairro de Canudos, em Belém; assista
Egito ameaça deixar de ser mediador de acordo para cessar-fogo em Gaza
Marido de cantora gospel brasileira é preso nos EUA por abuso sexual contra criança 
Com mudanças na defesa, Paysandu está escalado para a final da Copa Verde contra o Vila Nova-GO
Alepa aprova Projeto que altera o Programa Estadual de Transporte Escolar no Pará
Mortos pela chuva no RS chegam a 162, diz Defesa Civil
Paysandu faz 3 a 0 no Vila e encaminha tetra da Copa Verde; acompanhe
Ensaio da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos é adiada por causa da elevação do rio Sena
Pará registra redução de 10% nos casos de violência doméstica nos primeiros quatro meses de 2024
Banda mexicana RBD se pronuncia sobre caso de desvio de dinheiro em turnê
Next
Prev

Guedes: 15 milhões de desempregados são os ‘invisíveis’ descobertos na crise

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira, 7, que os cerca de 15 milhões de desempregados no Brasil, citado hoje durante audiência pública na Câmara dos Deputados, representam os trabalhadores "invisíveis" descobertos pelo governo durante a pandemia do novo coronavírus.

Segundo o ministro, o pagamento do auxílio emergencial permitiu que o governo "descobrisse" esta parcela da população, anteriormente desbancarizada. "Há um plano para reduzir o desemprego entre eles", disse Guedes.

O ministro afirmou ainda que uma forma de atacar o problema da fome no País é a adoção do chamado "Fundo Brasil", já citado na audiência de hoje pelo próprio Guedes. "Uma forma de atacar o problema da fome é o Fundo Brasil", disse. "Queremos atacar de forma mais contundente o problema da desigualdade no Brasil."

Guedes participa nesta quarta-feira de audiência pública na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados.

Fonte: Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM