Últimas Notícias
Polícia prende um integrante de quadrilha que furtou mais de 20 cabeças de gado em Altamira
Negociações sobre acordo UE-Mercosul serão suspensas até eleições do Parlamento Europeu
Tornado atinge casas e provoca prejuízos em Alagoas
PRF apreende dez toras de madeira ilegal, em São Miguel do Guamá, nordeste paraense
Dinâmica da semana do BBB 24 tem Poder da Palavra; confira a agenda
Pep Guardiola expressa vontade de treinar seleção: ‘Gostaria de disputar uma Copa do Mundo’
Ex- Paysandu, atacante fecha com adversário do Remo na Série C de 2024
MP diz que crimes sexuais no Pará estão acima da média e nega tráfico de órgãos no Marajó
BBB 24: Marcus Vinicius fala sobre amor por Belém e revela novos planos para a carreira
Monica Iozzi detona Neymar por doar dinheiro a Daniel Alves: ‘nojento’; assista
Farinha está mais cara em Belém, e preço deve continuar subindo nos próximos meses, aponta Dieese
Saiba como não cair em golpe ao registrar marcas e patentes; assista
OAB-PA realiza ato público em apoio a advogada que se desentendeu com delegado, em Castanhal
Arouca x Famalicão: onde assistir ao vivo e o horário do jogo hoje (23/02) pelo Campeonato Português
Torcida do Remo pede ‘público zero’ contra o Águia, em meio crise
Next
Prev

Leis no Rio preveem multas para quem não usar máscaras em locais públicos

A aglomeração provocada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que posou para selfies com apoiadores, participou de um passeio de moto com milhares de motociclistas por diversas ruas do Rio, e encerrou o ato de apoio com um discurso na área central da cidade, desrespeitou normas sanitárias estaduais e municipais de combate ao coronavírus. O presidente, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, além de deputados da base de apoio, causaram aglomeração e em nenhum momento utilizaram máscaras de proteção.

Uma lei estadual sancionada em junho de 2020 tornou obrigatório o uso de máscaras em qualquer ambiente público ou em ambientes privados de acesso coletivo no Estado do Rio. A multa para quem desrespeitar a legislação varia de R$ 111,15 a R$ 222,30 para as pessoas físicas, e chega a R$ 741,06 para pessoas jurídicas. Nos dois casos, pode ser multiplicada em cinco vezes em caso de reiterada reincidência.

Decreto municipal em vigor, por sua vez, proíbe eventos com aglomeração e também prevê o uso de máscaras de proteção. A multa por descumprimento é de R$ 562,42. O próprio prefeito da cidade, Eduardo Paes (DEM), foi multado na semana passada por ter cantado numa roda de samba num bar da cidade no início do mês. Na ocasião, ele não usava máscara e admitiu o erro.

Procurado neste domingo pelo Estadão, o governo do Estado informou que, apesar da lei ser estadual, cabe aos municípios fiscalizar e aplicar eventuais sanções por descumprimento. A Prefeitura do Rio ainda não se manifestou.

*Com Informações Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM