Últimas Notícias
Receita Federal apreende equipamentos médicos clandestinos no Aeroporto de Guarulhos
Uruguai decreta emergência agropecuária no leste por excesso hídrico
Jovem é decapitada durante acidente de trânsito em Paragominas, sudeste paraense
Homem é preso suspeito de transportar entorpecentes dentro de rede, em Juruti
Tornado nos EUA mata cinco e devasta estado de Iowa
Petrobras: Comitê de Pessoas diz que Magda Chambriard preenche requisitos para comandar empresa
Em Belém, Alckmin anuncia que ‘Brasil será oitava economia do mundo até o fim de 2024’; assista
Entenda a diferença entre 1º e 2º turnos e o que leva uma eleição para 2º turno
Demapa investiga morte de 7 gatos por suposto envenenamento em Belém
Devotos lotam Paróquia em celebração de Santa Rita de Cássia no bairro de Canudos, em Belém; assista
Egito ameaça deixar de ser mediador de acordo para cessar-fogo em Gaza
Marido de cantora gospel brasileira é preso nos EUA por abuso sexual contra criança 
Com mudanças na defesa, Paysandu está escalado para a final da Copa Verde contra o Vila Nova-GO
Alepa aprova Projeto que altera o Programa Estadual de Transporte Escolar no Pará
Mortos pela chuva no RS chegam a 162, diz Defesa Civil
Next
Prev

Neymar exalta Messi e comemora clássico na final: ‘Sempre sonhei em jogar’

Às vésperas da final da Copa América, Neymar não escondeu nesta quinta-feira sua admiração por Lionel Messi e disse realizar um sonho por defender a seleção brasileira numa decisão contra a Argentina. A partida está marcada para as 21 horas de sábado, no Maracanã, no Rio de Janeiro.

"Era a final que sempre sonhei em jogar. A final que todo mundo que gosta de futebol espera de uma Copa América: um Brasil x Argentina. É um clássico de muitos anos pelas duas seleções serem tão grandes, por todos os títulos que já conquistaram, por todos que já passaram pelas seleções, pelos que existem hoje. Para mim é uma honra fazer parte desse time de jogadores brasileiros", declarou o atacante.

Neymar apontou sua admiração por Messi, seu ex-companheiro de Barcelona e amigo até hoje. "Messi é o melhor jogador que já vi jogar. É um grande amigo que tenho. Só que estamos em uma final, somos rivais, eu quero vencer e trazer esse título. É o meu primeiro também. Eu sei que o Messi está há muitos anos buscando seu primeiro título com a seleção. E todas as vezes que eu não estive no torneio, e a seleção não estava, eu torcia por ele. Até mesmo falei isso na Copa de 2014, quando jogou contra a Alemanha. Mas agora é o Brasil."

Neymar, no entanto, avisou que a amizade ficará em segundo plano durante a final. "É o Brasil que está na disputa de título, a amizade vai ficar um pouco fora das quatro linhas desta vez. Não digo que a amizade fica fora do gramado. Quando é seu adversário, é difícil acabar esquecendo a amizade que se tem. É como jogar videogame com um amigo. Você quer ganhar dele de qualquer jeito. E vai ser a mesma coisa no sábado. O Messi é meu amigo, mas estou ali para ganhar, defender o meu, e eu sei que ele vai fazer o possível para ganhar. Por isso que vai ser um grande jogo para quem gosta de futebol."

O brasileiro afirmou até que seu jeito de jogar atualmente, mais focado na armação das jogadas, tem influência direta do argentino. "Sempre fui um cara que jogou muito aberto, sempre fazia mais movimentos para atacar. E eu passei a aprimorar as assistências, a qualidade de buscar mais o jogo no meio no Barcelona, ou quando o Messi estava fora ou a gente quando tinha o Luis Enrique (técnico), a gente fazia essa função de trocar os dois para distrair a marcação", afirmou.

"Mas essa função de 10 era do Messi, eu dava opção mesmo assim quando o jogo estava diferente ou tinha alguns espaços na esquerda. O Messi foi um dos caras que mais aprendi jogando junto. Um cara que tenho muito orgulho de ter como amigo hoje, um cara que aprendi bastante. Quando fui para o PSG (Paris Saint-Germain), não tinha mais o Messi então me aprimorei na função, passei a jogar mais de 10 que de ponta", explicou

Por tudo isso, Neymar encara a final como um "jogo histórico". "É um jogo histórico, onde você enfrenta uma Argentina em final de Copa América, uma Argentina onde tem o melhor jogador da história da Argentina, que é o Messi. E isso acho que vai ficar bom para o meu filme no final da minha carreira, porque vencer a Argentina não é fácil. São nossos rivais na América do Sul. Temos muito respeito por eles, sabemos que vamos enfrentar uma grande equipe, mas temos uma grande equipe aqui também e faremos tudo para vencer."

*Com Informações Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM