Últimas Notícias
Copa do Brasil: contra o Ji-Paraná, Paysandu quer reduzir erros cometidos no Parazão, diz lateral
Lula revoga trecho de MP e mantém desoneração a 17 setores da economia
Hospital de Clínicas, em Belém, oferece cursos de formação em saúde com certificação internacional; confira calendário
Andaime desaba e três pessoas ficam feridas em shopping de Curitiba (PR)
Dirigentes do Remo teriam procurado atleta do Águia antes da partida, revela executivo marabaense
Polícia Civil cumpre mandados de busca e apreensão contra receptação de celulares, em Marabá
Podzão debate empate do Paysandu e recuperação do Remo no Parazão; assista
Marcílio Dias x Vasco: onde assistir ao vivo e horário do jogo hoje (27) pela Copa do Brasil
5 receitas práticas e leves com frango para o jantar
Seduc divulga critérios para participação no programa ‘Bora Estudar’
PF captura três foragidos condenados por crimes sexuais no Pará
PM de Marabá captura foragido do sistema prisional após denúncia
Em onda de violência, população do Equador sofre com abusos militares
Homem furta refletor de obra do BRT na BR-316, em Ananindeua; assista
Sebrae oferece capacitação a empreendedores do turismo local
Next
Prev

Pacheco defende prorrogação de decreto que proíbe Cemig de reajustar conta de luz

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou, em seu Twitter, que defendeu a prorrogação, por mais um ano, da decisão que proíbe a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) de reajustar em 10,56% o valor da conta de luz cobrada dos consumidores mineiros.

Segundo ele, a argumentação foi feita em reunião nesta segunda-feira (24) com diretores da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

"Desde o ano passado, venho trabalhando para que os R$ 6 bilhões de créditos extraordinários que a Cemig possui com o governo federal sejam devolvidos aos consumidores em forma de desconto na tarifa. Em 2020, conseguimos barrar o reajuste, medida que deve se repetir em 2021", afirmou Pacheco.

Fonte: Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM