Últimas Notícias
Receita Federal apreende equipamentos médicos clandestinos no Aeroporto de Guarulhos
Uruguai decreta emergência agropecuária no leste por excesso hídrico
Jovem é decapitada durante acidente de trânsito em Paragominas, sudeste paraense
Homem é preso suspeito de transportar entorpecentes dentro de rede, em Juruti
Tornado nos EUA mata cinco e devasta estado de Iowa
Petrobras: Comitê de Pessoas diz que Magda Chambriard preenche requisitos para comandar empresa
Em Belém, Alckmin anuncia que ‘Brasil será oitava economia do mundo até o fim de 2024’; assista
Entenda a diferença entre 1º e 2º turnos e o que leva uma eleição para 2º turno
Demapa investiga morte de 7 gatos por suposto envenenamento em Belém
Devotos lotam Paróquia em celebração de Santa Rita de Cássia no bairro de Canudos, em Belém; assista
Egito ameaça deixar de ser mediador de acordo para cessar-fogo em Gaza
Marido de cantora gospel brasileira é preso nos EUA por abuso sexual contra criança 
Com mudanças na defesa, Paysandu está escalado para a final da Copa Verde contra o Vila Nova-GO
Alepa aprova Projeto que altera o Programa Estadual de Transporte Escolar no Pará
Mortos pela chuva no RS chegam a 162, diz Defesa Civil
Next
Prev

Paulinho destaca o entrosamento na seleção olímpica: ‘Tudo fica mais fácil’

A seleção brasileira olímpica está treinando há cerca de uma semana na Academia de Futebol, o CT do Palmeiras, em São Paulo, se preparando para os Jogos de Tóquio-2020. O breve período, porém, foi suficiente para os atletas retomarem o entrosamento durante as atividades, ao menos é o que garante Paulinho. O atacante credenciou a fácil adaptação à experiência adquirida com seus companheiros durante o ciclo olímpico.

"Com certeza, estou muito bem adaptado. Já vinha trabalhando há uns quatro meses com bola e com o meu clube. Aqui a gente não esquece a nossa cultura, ainda mais quando a gente encontra os jogadores que a gente vem jogando há dois anos juntos. Nessa seleção tudo fica mais fácil, dois dias para entrosar já basta e a gente se sente muito à vontade. Pode ver pelos treinamentos, a gente se entende muito bem nas tabelas e nas jogadas criadas. Isso facilita cada vez mais o nosso jogo, a nossa evolução dentro da preparação", ressaltou Paulinho, em declarações ao site da CBF.

A estreia do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 será diante da Alemanha, em confronto que reeditará a final do Rio-2016, disputada no estádio do Maracanã. Na expectativa de um grande desafio, Paulinho pregou respeito aos rivais e explicou que o foco principal deve ser na evolução diária da seleção olímpica.

"É um jogo grande, são duas seleções enormes no futebol mundial. A gente tem cinco Copas do Mundo, eles têm quatro. Acredito que eles também pensem muito na nossa qualidade. Mas é aquilo, temos que focar no nosso trabalho, estudando o adversário, claro, mas sempre focando no nosso para poder surpreender eles, sempre com algo novo. Esperar e se preparar para um jogo difícil, que a gente sabe que numa Olimpíada pegar a Alemanha não é fácil", projetou o atacante.

No momento, o técnico André Jardine conta com a presença de oito atletas da seleção olímpica. Em uma espécie de "mini pré-temporada", o objetivo do comandante e da comissão técnica é deixar os atletas que atuam em clubes da Europa – primeiros a se apresentarem em período de pós-temporada – na mesma forma física dos jogadores que defendem as equipes do Brasil, que reforçarão a delegação após o encerramento da 10.ª rodada do Campeonato Brasileiro, que acontecerá nesta quarta e quinta-feira.

*Com Informações Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM