Últimas Notícias

PC do Pará e Pernambuco prendem homem que aplicava golpes nas redes sociais

Em uma operação conjunta, as Polícias Civis do Pará e Pernambuco prenderam um homem suspeito de praticar vários crimes de estelionato eletrônico. A captura ocorreu na terça-feira, 21, no município de Salgueiro, em Pernambuco. 

De acordo com o delegado-geral da Polícia Civil do Pará, Walter Resende, o homem praticava o crime pelas redes sociais, ofertando celulares com o objetivo de reter o dinheiro das vítimas e não entregar o produto. “Ele finalizava a venda, mas não enviava o pedido. Quando as vítimas entravam em contato para reclamar, ele prometia devolver o dinheiro ou mentia dizendo que o produto já estava a caminho e que logo seria entregue, o que nunca acontecia”, relatou o gestor. 

Ao todo, sete pessoas procuraram a polícia para denunciar o golpista, estima-se que elas tenham tido um prejuízo em média de R$ 60.000,00. Uma delas, inclusive, reside no Estado do Pará, outra no Paraná, duas no Rio Grande do Norte e três em Pernambuco. Além de praticar o delito, o indiciado também utilizava diferentes números de telefone e trocava constantemente de endereço para despistar os agentes, chegando até a morar em outro país para não ser encontrado.

Apesar da dificuldade em localizá-lo, agentes da Delegacia de Oriximiná e do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) da PCPA, conseguiram colaborar com a operação por meio da reunião de provas contra o investigado, o que resultou na expedição do mandado de prisão e, consequentemente, na captura dele.

“O resultado da operação demonstra a força que a Polícia Civil tem para mitigar crimes como esse, especialmente agora, quando estão se tornando cada vez mais comuns. A execução da prisão foi uma junção de forças entre as equipes da PC e demonstra que, apesar dos desafios, estaremos sempre prontos para garantir a segurança da população e combater os delitos”, pontuou o delegado Igor Belchior, titular da Delegacia de Oriximiná.

Informações: Agencia Pará.

Com Informações do Roma News>

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM