Últimas Notícias
MP oferece denúncia contra PM da reserva que atirou em torcedor do Remo
Ministra da Segurança da Argentina visita maior presídio das Américas no Equador
Chefe da Otan quer armas nucleares de prontidão para se proteger de ofensiva da Rússia
Torneio ‘Amazônia Cup Internacional de Jiu-Jitsu’ reúne 2 mil competidores no Mangueirinho
Paraense de oito anos celebra aniversário com tema de ‘Jacqueline Brazil’, repórter do tempo da TV Globo; assista
Luciano Huck critica PL do Aborto na TV e cobra Arthur Lira: ‘Criança não é mãe’
Filme live-action de Chico Bento ganha primeiro trailer; assista
Eleições na França: extrema direita lidera pesquisas de inteções de votos com 33%; Macron tem 19%
Ordem para matar PM em Ananindeua partiu de facção, diz PC
Trio é preso em flagrante suspeito de vários arrastões em Parauapebas
Para fazer no frio: receita e benefícios do mingau de aveia proteico
Pai viraliza ao fazer filho escolher entre Remo e Paysandu; assista
Político é detido no Texas por falsificar ataques racistas contra si mesmo
Vídeo: homem faz mulher refém na BR-316, na Grande Belém
OAB pede arquivamento do 'PL do aborto' e destaca: 'equivale à tortura'
Next
Prev

Roger Machado exalta a classificação do Fluminense: ‘Não é para qualquer um’

A vitória do Fluminense na partida contra o River Plate, em Buenos Aires, na terça-feira, e a classificação às oitavas de final da Copa Libertadores foi muito comemorada e exaltada pelo treinador Roger Machado. O comandante tricolor falou da dificuldade de enfrentar uma das equipes mais fortes do continente em seus domínios.

Além desse feito, o Fluminense se tornou o segundo clube na história da competição a conseguir ganhar tanto do Boca Juniors, no estádio La Bombonera, quanto do River Plate no Monumental de Núñez, ambos na capital argentina. Isso só havia sido alcançado pelo Cruzeiro.

"Estamos felizes porque não é qualquer equipe que vem na Argentina e ganha do River no Monumental. Quando atleta, vivi momentos felizes aqui, venci e sei como é difícil. Era um jogo decisivo, com três dos quatro clubes do grupo vivos na competição, o que deixou o jogo tenso. Mas o time soube trabalhar bem a cabeça, o emocional, e esteve pronto para vencer sempre", disse.

Depois do vice no Campeonato Carioca com a derrota para o Flamengo, Roger Machado vinha sendo contestado por ter seu meio de campo muito exposto e ele havia alegado que o problema era na pressão dos atacantes na saída de bola. Por isso, ele mudou e entrou com Caio Paulista e Gabriel Teixeira nos lugares de Kayky e Luiz Henrique.

"Em parte, a gente conseguiu com o Caio e o Biel encurtar mais rápido, ter pressão na bola quando ela cai nos corredores laterais. Mas também com um bom posicionamento mais atrasado do meu meia, saindo de dentro para frente para pressionar, fez com que a gente ficasse sempre com jogadores no centro do campo sem desguarnecer o setor. Então foi uma mudança sensível de posicionamento que alterou muito a disposição da pressão, mas também os jogadores com características diferentes nessas funções de lado", contou.

Classificado, o Fluminense agora aguarda o término da fase de grupos nesta semana e o sorteio das oitavas de final da Libertadores, que será realizado no próximo dia 2 pela Conmebol. Antes disso, o clube tricolor estreia no Campeonato Brasileiro em nova pedreira pela frente, já que encara o São Paulo neste sábado, no estádio do Morumbi, na capital paulista.

*Com Informações Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM