Últimas Notícias

Secretário de Educação de Belford Roxo (RJ) é preso suspeito de desvio de verba

Um esquema criminoso de desvio de verbas públicas do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), no município de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, é alvo de uma operação da Polícia Federal (PF) deflagrada na manhã desta terça-feira (09/07). Na Operação Fames, os agentes cumpriram um mandado de prisão contra o secretário municipal de Educação, Denis Macedo.

Ainda estão sendo cumpridos 21 mandados de busca e apreensão. As medidas judiciais foram expedidas pela 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro e estão sendo cumpridas na capital fluminense e em municípios da Baixada Fluminense.

De acordo com a PF, agentes públicos que trabalham na Secretaria Municipal de Educação desviaram cerca de R$ 6,1 milhões destinados à compra de merendas escolares, em conluio com empresas fornecedoras desses alimentos.

VEJA TAMBÉM:



Entenda quais os crimes imputados a Bolsonaro no caso das joias, penas e os próximos passos
Relatório final da PF sobre o caso, que indiciou o ex-presidente, está sendo entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF)


image

Eleições 2024: saiba quem são os pré-candidatos a prefeitos das principais capitais brasileiras
Além das capitais dos três maiores colégios eleitorais do país, Porto Alegre também se destaca devido à tragédia climática ocorrida entre abril e maio deste ano


image

Jair Bolsonaro é indiciado pela PF por peculato, lavagem e associação criminosa em caso das joias
Indiciamento se na esteira da Operação Lucas 12:2. Além de Bolsonaro, foram indiciados outros 11 nomes.

Além do desvio de recursos públicos, a PF também encontrou indícios do pagamento de vantagens indevidas aos servidores públicos pelas empresas fornecedoras de merenda. A investigação também apurar esquema de lavagem de dinheiro, para dissimular o dinheiro ilícito.

A ação conta com o apoio do Ministério Público Federal (MPF). Os investigados poderão responder pelos crimes de documento falso, peculato, corrupção, fraude à licitação e lavagem de dinheiro.

Fonte: O Liberal

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM