Últimas Notícias
Câmara do Arizona abre caminho para revogar proibição de 1864 ao aborto
Justiça federal determina suspensão de proibição da entrada de advogados nos presídios do Pará
Jogo entre Amazonas e Flamengo tem ingressos no valor acima de um salário mínimo; entenda
Gracyanne chora ao comentar sobre fim do casamento com Belo; assista
Jovens paraenses ensinam como falar expressões americanas no Pará; assista
Homem apontado como sobrinho de Marcola, do PCC, é preso em megaoperação
Modelo tailandesa é encontrada morta no Bahrein após um ano desaparecida
Brasil enfrentará seleções europeias antes de Pré-Olímpico de Basquete
Paysandu apresenta volante que já foi campeão com Hélio dos Anjos
Argentina pede a prisão do ministro do Interior do Irã por atentado em 1994
TikTok classifica proibição dos EUA como ‘inconstitucional’ e diz que vai recorrer contra decisão de Biden
Arlindo Cruz volta a ser internado por problema cardíaco
Policial Militar é afastado após acusação de estupro de menor em SP
Contratadas: ex-BBBs Fernanda e Pitel vão comandar programa na Rede Globo; assista
Libertad x River Plate: onde assistir ao vivo e as escalações do jogo hoje (24/04) pela Libertadores
Next
Prev

Em reação a operação contra mineração ilegal, garimpeiros incendeiam aldeia no PA

MANAUS, AM, E RECIFE, PE (FOLHAPRESS) – Uma turba de garimpeiros atacou a tiros e com fogo a aldeia da líder munduruku Maria Leusa, nesta quarta-feira (26). O ataque é uma represália a uma megaoperação coordenada pela Polícia Federal contra a mineração ilegal.

“Venham, por favor, está uma confusão, vão queimar minha casa. Adonias [Munduruku] está dando tiro no cais, em todo lugar. Eles estão dando tiro, por favor, me ajuda”, disse Maria Leusa Munduruku, em mensagens por áudio por volta das 13h desta quarta-feira (26). Em seguida, a comunicação de internet foi cortada. Ela mora na aldeia Fazenda Tapajós, perto de Jacareacanga, no sudoeste do Pará.

Imagens mostram a casa de Maria Leusa destruída pelo fogo e, em foto tirada do outro lado do rio Tapajós, é possível ver ao longe a coluna de fumaça saindo da aldeia.

A Terra Indígena Munduruku é alvo de uma grande operação contra garimpo envolvendo agentes da Polícia Federal, do Exército, da Força Nacional e do Ibama.

Policiais federais q..

Governo demite militar responsável pela organização do Enem

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRES) – Em meio ao cenário de indefinição do Enem 2021, o governo Jair Bolsonaro (sem partido) exonerou Alexandre Gomes da Silva do cargo de diretor de Avaliação da Educação Básica do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), que era responsável pela organização do exame.

A saída de Gomes da Silva, coronel aviador sem experiência prévia em educação, foi oficializada em despacho no Diário Oficial da União desta quarta-feira (26). Ele havia sido indicado pelo ministro da pasta, pastor Milton Ribeiro, e ficou menos de três meses na função.

O coronel já estava afastado das suas funções e o cargo vinha sendo exercido por Anderson Oliveira desde o dia 18 de maio, quando ele foi nomeado diretor substituto. De acordo com servidores do instituto, Silva foi exonerado porque não se adaptou ao trabalho.

Ele mesmo teria pedido demissão e ainda não contava com a confiança do atual presidente do Inep, Danilo Dupas Ribeiro.
Se efetivado, Olive..

Variante de SP possui mutações em comum com a indiana e a californiana

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A P.4, nova variante identificada no interior de São Paulo por pesquisadores da Unesp (Universidade Estadual Paulista) e da Rede Corona-Ômica-BR, apresenta a mutação L452R, a mesma encontrada também nas variantes indiana (B.1.617) e californiana (CAL.20C ou B.1.429/B.1.427) do coronavírus.

Segundo um artigo publicado em abril na revista científica Cell, uma das mais prestigiadas para a área de biologia, esta mutação está associada a uma transmissão até 20% maior e à capacidade de bloquear a ação de anticorpos neutralizantes anti-Sars-CoV-2, podendo assim escapar da imunidade conferida por vacinas ou após infecção natural.

No entanto, não é possível ainda afirmar se a P.4 é mais transmissível ou mais perigosa do ponto de vista de saúde pública. Ela não é, até o momento, uma VOC, sigla utilizada para descrever formas do vírus com mutações que são de maior preocupação.

Além dessa mutação, a nova linhagem possui outras 12 mutações únicas, isto é, que a difer..

Covid-19: Brasil registra mais 2.398 óbitos pela Covid-19

O número de casos da covid-19 no país desde o início da pandemia subiu para 16.274.695. Nas últimas 24 horas, foram registradas 80.486 pessoas com diagnóstico positivo da doença. Ontem (25), o painel de informações do Ministério da Saúde apontava 16.194.209 casos acumulados. O país tem ainda 1.086.279 casos ativos em acompanhamento.

O número dos que não resistiram à pandemia do novo coronavírus (covid-19) totaliza 454.429. Ontem, o país bateu a marca das 450 mil mortes. De ontem para hoje, foram confirmados no país 2.398 óbitos. Ontem, o número de mortes estava em 452.031.

Ainda há 3.749 mortes em investigação. O termo é empregado pelas autoridades de saúde para designar casos em que um paciente morre, mas a causa segue sendo apurada mesmo após a declaração do óbito.

O número de pessoas que pegaram covid-19 mas se recuperaram desde o início da pandemia totalizou 14.733.987, o que corresponde a 90,5% do total de pessoas que foram infectadas com o vírus.

Os números estão no balanço d..

Saúde reduz previsão de vacinas contra Covid em junho em 8,4 milhões de doses

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O Ministério da Saúde reduziu para 43,8 milhões a previsão de doses de vacinas contra Covid a serem distribuídas em junho. Até então, a estimativa, calculada a partir de dados de fornecedores, era de 52,2 milhões.

Os dados constam de nova versão do cronograma divulgado pela pasta. Do total, a maior redução ocorre em doses da vacina AstraZeneca/Oxford produzidas pela Fiocruz –que passam de 34,2 milhões para 20,9 milhões.

Há ajustes, porém, também na previsão de outros fornecedores no cronograma, que passa a incluir 4,8 milhões de doses da Covax Facility que estavam previstas na versão anterior em outros meses –daí o cálculo final envolver, ao todo, cerca de 8 milhões de doses a menos em junho.

Segundo o secretário-executivo da pasta, Rodrigo Cruz, a mudança ocorre devido a dificuldades na obtenção de insumos usados pela Fiocruz para fabricação das doses.

“Quando tivemos confirmação de que não seria possível a produção, reduzimos nosso cronograma”, disse e..

Governo de SP anuncia vacinação de pessoas com 45 anos ou mais em agosto

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quarta-feira (26) novas etapas da vacinação contra a Covid-19 para pessoas com mais de 45 anos de idade para a partir do dia 2 de agosto. Segundo informou, de 2 a 16 de agosto serão vacinadas as pessoas na faixa etária de 50 a 54 anos. A partir do dia 17 até o fim do mês, o público será aqueles a partir de 45 anos.

Além disso, o governador comunicou o início da imunização dos trabalhadores aeroviários para esta sexta-feira (28). Estão incluídos neste plano os trabalhadores dos aeroportos de Congonhas, em São Paulo, Cumbica, Guarulhos, e Viracopos, Campinas. Já na terça-feira (dia 1º), começará a vacinação dos profissionais do Porto de Santos. A expectativa é atender 40 mil profissionais das duas categorias.

Conforme o governo do Estado, 10,8 milhões de indivíduos receberam ao menos uma dose de imunizante contra a Covid-19. Decompondo: 5,5 milhões completaram o ciclo vacinal com as duas doses. Por outro lado, 5,3 milhões rec..

Escolas públicas continuam sem aula presencial em 14 estados e no DF

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Passados 14 meses do início da pandemia no Brasil, 14 estados e o Distrito Federal continuam sem aulas presenciais nas escolas públicas. Em 13 deles, só as unidades particulares estão recebendo estudantes, segundo levantamento feito pela Folha.

Sem nenhuma ação do governo federal para ajudar os estados a organizarem o retorno das atividades presenciais, o descompasso da reabertura das escolas no país aprofunda ainda mais as desigualdades educacionais regionais e entre alunos da rede pública e privada.

Ainda que tenham autorizado a reabertura das particulares, alguns estados afirmam aguardar a redução do número de infecções de Covid-19 para retomar as aulas presenciais em suas escolas. Outros, que iniciaram a vacinação de professores, dizem aguardar o avanço da imunização do grupo.

Com a segunda maior rede de ensino do Brasil, Minas Gerais continua apenas com atividades a distância para os alunos das escolas estaduais, que são cerca de 1,6 milhão. Não há ..

Covid-19: São Paulo confirma primeiro caso da variante indiana no país

O Instituto Adolfo Lutz identificou um caso da variante B.1.617.2, proveniente da Índia. O caso foi identificado em um morador de 32 anos da cidade de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, que viajou para a Índia e desembarcou no aeroporto de Guarulhos no dia 22 de maio.

Esse passageiro circulou pelo aeroporto de Guarulhos, fez um exame RT-PCR para a detecção do novo coronavírus e, antes de obter o resultado, embarcou para o Rio de Janeiro. De lá, seguiu para Campos dos Goytcazes.

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o passageiro embarcou da Índia para o Brasil com um exame negativo para o novo coronavírus. Ele fez o exame de RT-PCR 72 horas antes de embarcar, exigência prevista para todos os passageiros. O exame deu negativo e ele não apresentava sintomas da doença. Quando desembarcou no aeroporto de Guarulhos, ele não relatou aos agentes da Anvisa de que apresentava sintomas.

O resultado positivo só ocorreu em solo brasileiro, quando ele fez um novo exa..

‘Os EUA não irão doar vacinas ao Brasil’, afirma Queiroga

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, comentou sobre a manifestação do presidente norte-americano, Joe Biden, sobre a intenção de doar vacinas contra covid-19 a outros países. Queiroga avaliou positivamente a promessa, mas afirmou que no caso do Brasil, “sendo pragmático”, os EUA não irão doar as vacinas, “até porque o Brasil comprou essas doses das indústrias americanas”, afirmou.

De acordo com Queiroga, o esforço nas tratativas com o país não pleiteia a doação de vacinas, destacando sua conversa com o secretário de Saúde dos EUA, Xavier Becerra, Queiroga afirmou que seu esforço é para antecipar a entrega das vacinas compradas com farmacêuticas americanas como a Pfizer e Johnson & Johnson “e propor algo com as indústrias americanas”.

Queiroga participou na manhã desta quinta-feira, 26, de sessão conjunta das comissões de Fiscalização Financeira e de Defesa do Consumidor da Câmara.

Biomm pede autorização à Anvisa para estudos finais do fármaco contra covid-19

A biofarmacêutica Biomm submeterá, nos próximos dias, à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) um pedido de autorização para a condução de estudos clínicos de fase 3 do medicamento Leronlimabe, contra covid-19, no Brasil.

De acordo com a companhia, serão apresentados dois estudos clínicos para pacientes diagnosticados com covid-19 que se encontram hospitalizados e com necessidade de oxigenação, sendo um deles para o estágio moderado e outro para o estágio grave da doença.

“Os estudos clínicos de fase 3, uma vez aprovados pela Anvisa, serão conduzidos pela Academic Research Organization (ARO) do Hospital Israelita Albert Einstein e serão realizados graças à parceria com a empresa norte-americana CytoDyn”, informou a empresa em comunicado.