Últimas Notícias
Perfil de Matthew Perry é hackeado e criminosos fraudam doações
Governo argentino amplia proibição de linguagem neutra
Copa do Brasil: contra o Ji-Paraná, Paysandu quer reduzir erros cometidos no Parazão, diz lateral
Lula revoga trecho de MP e mantém desoneração a 17 setores da economia
Hospital de Clínicas, em Belém, oferece cursos de formação em saúde com certificação internacional; confira calendário
Andaime desaba e três pessoas ficam feridas em shopping de Curitiba (PR)
Dirigentes do Remo teriam procurado atleta do Águia antes da partida, revela executivo marabaense
Polícia Civil cumpre mandados de busca e apreensão contra receptação de celulares, em Marabá
Podzão debate empate do Paysandu e recuperação do Remo no Parazão; assista
Marcílio Dias x Vasco: onde assistir ao vivo e horário do jogo hoje (27) pela Copa do Brasil
5 receitas práticas e leves com frango para o jantar
Seduc divulga critérios para participação no programa ‘Bora Estudar’
PF captura três foragidos condenados por crimes sexuais no Pará
PM de Marabá captura foragido do sistema prisional após denúncia
Em onda de violência, população do Equador sofre com abusos militares
Next
Prev

Como os interesses das crianças podem prever a inteligência delas?

Você já parou para pensar que aqueles comportamentos que, às vezes, consideramos irritantes em nossos filhos podem, na verdade, ser um sinal de inteligência?

Um estudo publicado na Cognitive Development revelou que o interesse persistente e até obsessivo de uma criança por um determinado assunto pode ser um indicativo de habilidades cognitivas acima da média na vida adulta.

Inteligência em desenvolvimento

O estudo acompanhou 215 crianças, com cerca de quatro anos, e descobriu que muitas delas mantêm um interesse prolongado em temas específicos durante a infância.

Os pais foram convidados a compartilhar as atividades preferidas de seus filhos durante o tempo livre, incluindo se demonstravam interesses específicos e prolongados, que chegaram até mesmo a ser uma “obsessão”.

Os resultados mostraram que uma parcela significativa das crianças mantém um engajamento contínuo em domínios conceituais durante parte de sua infância.

Meninos mostraram mais probabilidade de expressar interesse em determinados domínios conceituais que as meninas, embora haja um declínio observado em ambos os sexos com o início da escola.

Interesses infantis podem revelar habilidades cognitivas futuras – Imagem: Canva Pro/Reprodução

Além disso, tanto meninos quanto meninas exibiram uma ampla variedade de tópicos de interesse e uma tendência similar de manter esses temas ao longo do tempo.

Os pesquisadores observaram que a obsessão de uma criança por um assunto a leva a mergulhar mais fundo nele, buscando informações em diferentes fontes, incluindo livros.

Isso, por sua vez, desenvolve sua capacidade de atenção e habilidades relacionadas ao pensamento, proporcionando-lhes mais capacidade de aprendizado e processamento de informações.

Portanto, quando nossos filhos demonstram interesse constante em um assunto específico, devemos encorajá-los, pois isso representa uma oportunidade de crescimento e aprendizagem.

E se conseguirmos incorporar atividades educativas que correspondam aos interesses das crianças, melhor ainda. Isso não apenas alimentará a paixão delas, mas também fortalecerá suas habilidades cognitivas.

Com Informações R7

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM